Sábado, 06 de Março de 2021
27 99808-4347
Geral Agentes

Agentes linharenses participam do 1° encontro das guardas municipais do ES

Na programação, assuntos importantes como, por exemplo, importunação sexual, a Lei Maria da Penha.

19/02/2019 10h04
Por: Redação
Agentes linharenses participam do 1° encontro das guardas municipais do ES

Exposições sobre o fortalecimento da identidade feminina nos setores da Guarda Municipal, importunação sexual, a Lei Maria da Penha e a importância da corporação no ambiente escolar, além do relato de experiências e os desafios e conquistas da mulher na segurança pública, fizeram parte da programação de um importante encontro que aconteceu na sexta-feira em Vila Velha, e que contou com a presença de agentes femininas da Guarda Civil Municipal de Linhares.

No evento, que foi o 1° encontro das guardas municipais do Espírito Santo, nove agentes que integram a corporação da Guarda Civil Municipal de Linhares estiveram presentes. O objetivo do evento, organizado por um coletivo de agentes femininas das guardas municipais, incluindo as de Linhares, foi o de fomentar a integração, capacitação e a troca de experiências entre as profissionais da área de segurança pública municipal no Espírito Santo.

Uma das agentes que participou do encontro, Jaciane Légora, explicou que o evento cumpriu o seu papel de discutir a capacitação das profissionais e fortalecer o papel das guardas femininas. “A inserção da mulher na área da Segurança Pública e o empoderamento e a participação nos diferentes setores das guardas é um grande marco. Queremos mostrar, cada vez mais, a valorização e o trabalho das guardas”, explica Jaciane.

Durante o encontro, a juíza coordenadora da mulher em situação de violência doméstica do Tribunal de Justiça do Estado (TJES), Hermínia Azouri, falou sobre o trabalho de ampliação da rede protetiva da mulher vítima de violência. O evento também contou com a participação da magistrada coordenadora das Varas da Infância e da Juventude do TJES, Patrícia Pereira Neves, que ministrou o painel “Solução Pacífica de Conflitos: Mediação, Justiça Restaurativa e Comunicação não Violenta”.

As informações são da PML.

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias