Sexta, 14 de Agosto de 2020
27 99808-4347
A minha história Clamei

Fabrício: Clamei à Deus pra não morrer, Ele me deu uma segunda chance, e tem propósito na minha vida

Saiba detalhes de como foi o acidente, que aconteceu na madrugada de domingo (30).

04/10/2018 12h04
Por: Redação
Fabrício: Clamei à Deus pra não morrer, Ele me deu uma segunda chance, e tem propósito na minha vida

Madrugada de domingo (30), e Fabrício Sepulcro da Silva, 33 anos, morador do bairro Planalto, sai do bairro Três Barras, onde trabalhou como técnico de som em um casamento, que aconteceu em um cerimonial. A intenção era chegar em casa mais cedo, e quando a banda parou de tocar, por volta de 3h, ele entrou no carro, um Corsa Classic, e seguiu até à Rodovia BR-101.

O que ele não sabia é que viveria o que ele próprio definiu como "segunda chance", "livramento", quando trafegava pela lateral da rodovia, perto da Perfilados Rio Doce (Leia clicando aqui): "Entrou uma moto do nada na minha frente, e eu desviei para não bater. Aí meu carro capotou várias vezes e fui arremessado pelo vidro da frente e caiu ribanceira de uns 15 metros. Lá tem um brejo, e eu pedi socorro porque estava com água na cintura e não conseguia sair", contou a vítima.

Fabrício disse que  pensou estar no momento com contração muscular súbita no braço esquerdo, que na verdade estava quebrado. Desde o momento do acidente, o motorista permaneceu sofrendo dores e muito medo de morrer, até pouco depois das 6h. "A todo tempo pedia ajuda, mas estava escuro e ninguém ouvia. Tentei tirar forças de onde não tinha, e não conseguia sair. Aí, pedi a Deus pra me ajudar, não queria morrer aí. Foi quando alguém de bicicleta viu meu carro capotado no mato e ligou para a Eco 101. Fui resgatado após as 6h, e deu muito trabalho para me tirarem de lá e me encaminharam para o HGL.

Elogios

O acidentado disse que a equipe da Eco 101, e toda equipe envolvida no atendimento no Hospital Geral de Linhares (HGL), o trataram "de maneira esplêndida e extremamente profissional". E elogiou: "Fui tratado muitíssimo bem, atendimento que só elogio os profissionais. Sofri fratura no braço esquerdo, e sábado que vem passo por cirurgia. Minha coluna está um pouquinho inchada, e uma costela esquerda está trincada. Mas graças a Deus estou com vida, Deus tem um propósito na minha vida, e tento entender que propósito é esse para eu poder aproveitar essa segunda chance que Ele me deu", concluiu a vítima.

Fabrício disse que não sabia que é tão querido. "Foram muitas mensagens e visitas pessoais. Nunca imaginei que as pessoas gostassem tanto de mim. Agradeço a todos, e não vou citar nomes porque são muito. Repito, que agradeço, principalmente à Deus, por ter me dado essa segunda chance". 

13 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias