Sexta, 10 de Julho de 2020
27 99808-4347
Saúde HGL

Destaque da semana: Câmara Municipal aprova estadualização do HGL. O que muda?

Assunto é comentado pelos quatro cantos da cidade.

27/09/2018 06h39
Por: Redação
Destaque da semana: Câmara Municipal aprova estadualização do HGL. O que muda?

Desde a noite de segunda-feira (24), quando o processo de estadualização do Hospital geral de Linhares (HGL) foi aprovado pela Câmara Municipal, o assunto é tema de conversas na cidade. Na rede social, o  tema também ganhou grande destaque.

Alguns favoráveis e outros contra, na verdade, a expectativa gira em torno do que muda com  a mudança da administração do Município para o Estado, quando o assunto é o HGL: "Se o Município vai deixar de gastar com o hospital, pela lógica, terá como gastar esse dinheiro em outros setores. Eu sugiro que invista na Guarda Municipal pra ajudar na segurança, que, cá pra nós, está ruim", disse Marinaldo José dos Santos.

Continua depois da publicidade

E, considerando o que disse a Prefeitura de Linhares ao enfocar o assunto em seu site oficial, Marinaldo verá sim, o que o município gasta com a administração do hospital, empregado na saúde pública: "A estadualização do HGL é um avanço histórico na saúde pública do Espírito Santo e integra o processo de reestruturação da gestão em saúde do Município na organização do fluxo de atendimento que vai possibilitar fortalecer os investimentos em Atenção Básica em Saúde, por meio das 33 unidades que integram a rede de saúde de Linhares além dos demais órgãos que prestam serviços aos cidadãos", diz a informação no site oficial da PML.

E no próprio hospital? O que mudará? A PML também respondeu: "A estadualização dará condições ao HGL em utilizar todo seu potencial, disponibilizar mais especialidades e ampliar o número de leitos dos atuais 90 para 152. Além disso, o hospital vai se tornar um dos principais serviços de urgência e emergência da região nas áreas de traumato-ortopedia, clínica médica e cirurgia geral, duplicando a oferta de leitos intensivos adultos", afirma a publicação.

Foto: Perfil Facebook do presidente da CML, Ricardo Bonomo Vascolcelos.

Continua depois da publicidade
3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias