Sexta, 07 de Agosto de 2020
27 99808-4347
O que você viu? Cheio

Cheia do Rio Pequeno: Água invade rua no Centro de Linhares

Canal já foi aberto na barragem para que nível da água normalize.

09/04/2018 18h27
Por: Redação
Cheia do Rio Pequeno: Água invade rua no Centro de Linhares

"A cheia no Rio Pequeno e na Lagoa Juparanã.  Atrás de um novo prédio, que fica perto da descida do prédio do Rotary, a água está cerca de um palmo de lâmina na rua". A observação é de um leitor que reside no Centro de Linhares e o prédio que ele cita fica na Avenida Presidente Getúlio Vargas.

A via alagada é calçada e serve de acesso para quem segue do Centro ao bairro Colina. O internauta disse que fez as fotos no fim da tarde desta segunda-feira (9), e que é grande a preocupação dos moradores das imediações. "Os carros ainda conseguem passar, devagar", citou o morador.

A barragem do Rio Pequeno foi construída para evitar o contato do rio Doce com a Lagoa Juparanã, quando a lama contaminada veio de Mariana (MG). Foi  uma determinação judicial. Entretanto, este barramento interrompeu o canal de vazão da lagoa, e as chuvas deste ano causaram um aumento no seu nível e alagamento do seu entorno. A abertura do canal visa, justamente, reduzir os impactos desse alagamento.

Para escoar a água da chuva acumulada na lagoa Juparanã, que causou o aumento no seu nível e o do seu entorno, a Fundação Renova, entidade criada após o maior desastre ambiental no Brasil, dando continuidade aos trabalhos iniciados no dia 15 de março, anunciou que abriria um canal comunicante do rio Pequeno para o rio Doce, na ombreira (lateral) do barramento, canal este que permitirá a regularização do nível do rio Pequeno e da lagoa Juparanã em um prazo de 30 a 45 dias. A abertura do canal no último dia 06, segundo a Renova, seria "de forma controlada, reduzida e cadenciada, sob o monitoramento e inspeção sistemática dos técnicos da Fundação".

O canal mede 80 metros de comprimento e 8 metros de largura. "Caso haja uma cheia no rio Doce, o canal será fechado impedindo que as suas águas atinjam o rio Pequeno. Visando monitoramento das cotas, a Fundação Renova manterá as medições diárias de nível (rio Pequeno, rio Doce e borda da ensecadeira)", divulgou a Renova na ocasião que informou sobre a abertura do canal.

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias