Esportes

Projeto pede ajuda: Alvo são crianças e adolescentes no Farias

Postada em: 5858

Um projeto denominado Pequeno Cidadão precisa da sua ajuda para continuar com as atividades a fim de ajudar crianças e adolescentes na localidade de Córrego Farias. O pedido veio de um morador, que disse ser pai de um atleta atendido e que prefere ter o nome preservado.

Nas informações passadas para a nossa Redação (27 99808-4347) consta que o responsável pelas ações do Pequeno Cidadão, Elias Vieira, atua com a escolinha de futebol e futsal com crianças e jovens entre 7 a 17 anos de idade, sem apoio e sem recurso, contando apenas com a ajuda dos pais e amigos. “Ele tem força de vontade, não de fazer jogadores, mas de fazer verdadeiros cidadãos de bem”, comentou o leitor.

E a falta de apoio não impede a lista de planos: O projeto Pequeno Cidadão, conforme disse o leitor, logo terá outras oficinas, como aulas de dança e de ritmos e de capoeira. “Mas ele (o idealizador) precisa de apoio. Empresários, pessoas físicas, pelo que façam uma visita ou mandem algum representante para acompanhar as atividades e aqui mesmo disponibilizar o que pode ser feito”, apela o internauta.

Nós buscamos por informações e soubemos que a escolinha existe há mais de cinco anos na comunidade do Farias, com intercâmbio, campeonato da cidade e torneios. O projeto funciona segunda, terça, quintas e sexta-feira para os alunos que estudam de manhã, sempre de 15h30 as 17h30. Já para os que estudam no turno vespertino, a escolinha atende das 8h00 às 10h00.

A inscrição exige que a criança ou adolescente apresente uma cópia da Certidão de Nascimento, estejam frequentando a escola e, desse modo, os pais ou responsáveis concluem o procedimento para a inclusão da criança ou adolescente no projeto.

O leitor disse que a sede funciona nas repartições do prédio da Associação de Moradores e quem puder, ajude. “Faça uma visita e veja a seriedade desse trabalho”, convidou ao concluir.