Economia

Endividamento ameaça empresas de transporte público

Postada em: 9846

Que os tempos não estão fáceis pra ninguém, isso todo mundo sabe. O que parte da sociedade não enxerga é o rápido agravamento da situação do transporte público urbano, que agoniza em meio a uma crise sem precedentes. Com o objetivo de traduzi-la em números e mostrar a urgência de ações para revertê-la, a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) encomendou uma pesquisa sobre o cenário econômico-financeiro das empresas do setor.

E não deu outra: segundo o levantamento, 67,6% das entrevistadas possuem algum tipo de dívida, e, para 29,1%, os débitos já ocupam 40% do faturamento anual. A maior parte do déficit é com a União (36,9%), enquanto 19,6% declararam ter contas a acertar com o município, e outros 11,1%, têm o estado como credor. Inédito, o estudo foi realizado pelo Instituto FSB Pesquisa.

Segundo o levantamento, três de cada dez empresas possuem dívidas com a Previdência Social e 28,4% estão em algum programa de recuperação fiscal federal (Refis). Entre as empresas entrevistadas 31,5% têm planos de aderir ao novo Refis, que está em tramitação no Congresso Nacional.

Foram entrevistados executivos de 225 empresas grandes, médias e pequenas em 115 municípios, entre março e maio deste ano. Juntas, as companhias possuem frota de 32.349 veículos e empregam 133.547 funcionários. Mas, este último número já foi maior: com a crise econômica, houve queda de 5,1% na mão de obra nos últimos dois anos, de acordo com a pesquisa. 

“O setor atravessa uma crise estrutural, que ficou ainda mais aguda com a recessão econômica. Mas, para isso não parecer choro de empresário, encomendamos a pesquisa, que revela o problema e a importância de discutirmos propostas para contorná-lo e alcançar um transporte eficiente e sustentável”, destaca o presidente-executivo da NTU, Otávio Cunha. “O transporte público de  qualidade custa caro e, como direito social, precisa de mais atenção dos gestores públicos”, acrescenta.

Fonte:NTU - Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos