Turismo Praias/Lagoas

É quase de graça: Delegado indica praias bucólicas para ‘turistar’ no ES

Postada em: 36409

Sempre é tempo de viajar e muitas vezes nem é necessário ir tão longe, ou gastar muito, aqui em nosso Estado existem preciosidades pouco valorizadas até por nós mesmos.

Um exemplo desses refúgios quase secretos é o balneário de Iriri, localizado no município de Anchieta, região Sul de Nosso Estado. O paraíso bucólico fica a 220 quilômetros de Linhares, seguindo pela rodovia 101 até o trevo de Guarapari, daí é só acessar a Rodovia do Sol em direção a Anchieta, passando pelo contorno de Guarapari. 

Praias bucólicas

No final do percurso, já podemos ver o magnifico mar azul, as falésias avermelhadas e a majestosa lagoa Mãe-Bá, um pouco mais adiante, as bucólicas praias de Ubu e Parati e logo em seguida a Praia dos Castelhanos e suas piscinas naturais, sempre mencionada no guia 4 rodas. Anchieta, na sede do município, a praia é feinha, vale a pena conferir o Santuário do Padre Anchieta e a Colônia dos Pescadores.

Em mais 5 quilômetros finalmente chegamos, três horas de viagem, mais ou menos. Ah sim, infelizmente, para fazer o trajeto são 3 (três) praças de pedágio, fazendo com que o custo da viagem aumente uns R$ 30,00, mas o sacrifício vale a pena. Agora é aproveitar o sol, as belíssimas praias, a hospitalidade dos moradores e a culinária variada.

Mais praias

Praia da Areia Preta; águas calmas, gente muito bonita, perfeita para todas as idades; Praia da Costa Azul, a mais movimentada: vários quiosques, restaurantes e próximo ao comércio, enseada perfeita para a criançada; Praia  dos Namorados, tranquilidade, pouco movimento e até aparecem umas ondas de quando em vez...; Praia de Santa Helena, deserta quase o ano todo, e se você quiser uma praia exclusiva, está é a oportunidade, pelo menos fora do verão; Finalmente, Praia de Inhaúma, uma colônia de pescadores, enseada tão fechada que parece um lago, sem ondas o ano todo.

Hotéis e culinária

Rede hoteleira diversifica, com preços para todos os bolsos, os mais antigos são os hotéis, Morubixaba e Espadarte, mas também tem a Pousada da Meméia e mais uma dezena de hotéis e pousadas a disposição.

Um dos pontos altos da região é o passeio de escuna até a Ilha que foi esconderijo dos Franceses, durante a invasão Espírito Santo, século XVI se não me engano, marcas de balas de canhões e objetos de porcelana em pedaços provam o fato. Os franceses construíram um poço, de onde tiravam água potável no meio da mata. Dizem que um pescador de Piúma encontrou um tesouro no local e ficou milionário, mas pode ser só mais uma lenda praiana. O local tem águas cristalinas e é um excelente ponto de mergulho.

Agora uma das melhores partes, a culinária: O melhor arroz de polvo e a melhor mariscada do mundo, somente no Restaurante Recando das Pedras, na Costa Azul. Pizza é na Manjericão, ambiente rústico e bem decorado, na parte mais alta da cidade, vista belíssima em noites de lua cheia, as vezes com música ao vivo e de bom gosto. Restaurante do Português, provavelmente o mais antigo da região, cardápio variado e tão barato que você até duvida,  conta com a simpatia dos funcionários e dos donos, lá o prato para 2 dá para 4 e o de 1 dá para 2, não deixe de pedir pasteis de entrada, o melhor do Estado, único defeito, os donos são torcedores do Vasco.

Final de tarde, próximo às rochas, não deixe de apreciar o espetáculo das tartarugas marinhas, centenas delas, que surgem à flor d'água. Não dá para não se apaixonar pelo balneário e por toda a região de Anchieta, quem é morador do Norte do Estado, como eu, acostumado com as águas mornas do mar, pode se sentir um pouquinho desconfortável com água um pouco fria, mas logo se acostuma.

Eu sempre digo, se a atriz francesa Brigitte Bardot tivesse passado por aqui, Iriri seria Búzios!

Por Fabrício Lucindo Lima