Meio Ambiente

Samarco executará obras de reforço na barragem do Rio Pequeno. MP acompanha todo o processo

Postando em: 18295

A barragem que separa o Rio Pequeno do Rio Doce, erguida para proteger o curso d'água que abastece a sede de Linhares dos rejeitos de minério que estão no Doce, receberá reforço. O objetivo é manter a estrutura íntegra durante o período de cheias da bacia, que acontece nos últimos meses do ano e os trabalhos serão executadas nos próximos dias.

A obra foi recomendada pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo, o Iema, e todo o processo está sendo acompanhado pelo Ministério Público do estado.

Em documento enviado à Prefeitura de Linhares, o instituto argumenta que a obra é necessária "devido à incerteza quanto ao carregamento de rejeitos, e consequentemente o impacto ambiental referente à qualidade da água bruta do Rio Doce no período chuvoso 2016/2017, e em razão do desastre ambiental da barragem de rejeitos de mineração da empresa Samarco em novembro de 2015 e de modo a proteger o manancial e o local de captação de água para abastecimento do Município de Linhares".

Ainda no documento, o instituto deixa clara a necessidade de "preservação das estruturas de contenção, com o emprego de medidas protetivas para o barramento antevendo a necessidade dessas, com emprego de técnicas e normas de edificação de barragens e com o devido acompanhamento do corpo técnico especializado da Prefeitura Municipal de Linhares".

Quem realizará as obras de reforço é a mineradora Samarco, que já realizou vistoria técnica da estrutura para determinar o que, especificamente, precisará ser feito. Após o período de chuvas, já em 2017, o Iema deve reavaliar a barragem para determinar seu futuro.

Fonte: Site da PML