Meio Ambiente

PML anuncia pacote de ações para enfrentar seca‏. Racionamento está incluso

Postando em: 17808

A Prefeitura de Linhares anunciou nesta quarta-feira (29) uma série de ações para enfrentar a crise hídrica que vem se intensificando nos últimos meses na região. Um novo ponto de captação será construído na Lagoa Nova; o leito do Rio Pequeno passará por limpeza para retirada de matéria orgânica acumulada; e a distribuição de água passará por racionamento às quartas-feiras e domingos a partir de 17 de julho.
Novo ponto de captação
Para reforçar o abastecimento da sede do município, um acordo foi firmado entre Prefeitura de Linhares, Ministério Público do Estado do Espírito Santo e Samarco para que a mineradora construa um novo ponto de captação de água.
A obra instalará duas bombas de sucção na Lagoa Nova e ligará os equipamentos à estação de tratamento de água do SAAE no bairro Colina por meio de uma adutora de mais de 8 quilômetros. O ponto estará a cerca de três quilômetros da área de banho que fica às margens da ES-248.
O sistema levará cerca de 200 litros de água por segundo à estação, quando entrar em funcionamento, em 30 de setembro. O prazo de construção do novo ponto, de 95 dias, foi acordado na justiça, e é prorrogável por 24 dias. Caso ultrapasse esse prazo limite, a Samarco pode receber multa diária de R$ 10 mil.
Limpeza do Rio Pequeno
Outra ação contra a seca será a retirada de material orgânico acumulado no Rio Pequeno. A prefeitura já iniciou o processo de contratação da empresa que realizará o trabalho.
O Rio Pequeno é o canal que liga a Lagoa Juparanã ao Rio Doce e é de onde é retirada a água que abastece a sede do município. Duas barragens foram erguidas dentro dele para protegê-lo dos rejeitos de minério que vazaram da barragem da Samarco em Minas Gerais, e que desceram ao mar pelo Rio Doce.
As barragens interromperam o fluxo do rio, gerando acúmulo de vegetação e matéria orgânica. O material será retirado com a ajuda de máquina pesada, desde a lagoa até a barragem. A qualidade da água será monitorada em quatro pontos ao longo desse trajeto.
Esquema de racionamento
A partir de 17 de julho, um esquema de racionamento de água será adotado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE de Linhares. A interrupção no fornecimento de água será feita à 0h de domingos e quartas-feiras, e durará 24 horas. A ação é necessária por conta da baixa do Rio Pequeno. O município orienta que os moradores façam reserva de água ou adquiram caixas d’água para terem um reservatório básico para emergências.
Campanha educativa
Outra forma de orientar e conscientizar a população sobre o grave problema da crise hídrica em Linhares é a criação de uma campanha alertando para o uso consciente de água no município. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luciano Cabral, os moradores de Linhares ainda utilizam o mesmo volume de água que utilizavam antes da seca. “É importante que a população tenha consciência da necessidade de poupar água. Nosso município possui 69 lagoas, mas a captação atual é feita em apenas um ponto, no canal que liga a Juparanã ao Rio Doce. Estamos bem próximos do volume morto do canal e precisamos utilizar nossos recursos hídricos com ainda mais responsabilidade”, explicou Luciano. (Fonte: Secom)