Quinta, 05 de Agosto de 2021
27 99808-4347
Polícia Revoltante

Furtada: Vítima chora ao falar de 3 anos de trabalho para comprar moto furtada em Sooretama

Relato comove e revolta. Quem puder, ajude, denuncie. Veículo foi furtado no sábado (12).

14/06/2021 08h03 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Furtada: Vítima chora ao falar de 3 anos de trabalho para comprar moto furtada em Sooretama

Uma motocicleta igualzinha essa da foto em destaque foi furtada no sábado (12), no Centro de Sooretama. O sinal no tanque dela foi feito pelo dono ao pedir ajuda para localizá-la. Ele disse que o veículo “tem um adesivo da Apple e um adesivo da família 244 no para-lama, e que o farol e o tanque estão arranhados. O tanque tem arranhões nos dois lados, e os arranhões são bem nesse local circulado”, disse ele.

Leia também - Força Tática apreende drogas no Beco dos Primos, aquele da ocorrência em que um suspeito morreu afogado ao tentar fugir da polícia dias atrás

Continua depois da publicidade

No relatório da ocorrência do furto consta que ao acordar, por volta das 4h da madrugada, a vítima percebeu que a moto, uma Honda CG 160 Titan vermelha, não estava mais na frente de casa, na Rua Vitório Bobbio. A placa da motocicleta é QRC3E97. Desesperado, revoltado e até emocionado, ele disse que desabafou na rede social.

E transcreveu o que foi divulgado: “Foram três anos lutando, trabalhando na roça debaixo de chuva e sol, e as vezes até de temporal; acordando as 5h da manhã para ir trabalhar e muitas vezes chegando a noite. Perdi as contas de quantos sábados e domingos eu fui para a roça trabalhar, só para poder pagar a minha moto”, contou.

Continua depois da publicidade

E a vítima relatou ainda: “Nesses três anos meus amigos são provas de que eu dizia que não ia sair com eles para poder economizar e tinha que trabalhar para pagar a minha moto. Quantas vezes minha mãe acordou cedo para fazer minha marmita para eu ir trabalhar, foram muitos dias indo a pé quando eu ainda nem tinha a moto. A cada prestação paga era uma alegria enorme dentro de mim, e hoje simplesmente tiraram a moto de mim. ”

E a revolta e tristeza fizeram a vítima chorar: “Já chorei tanto, fiz de tudo que estava ao meu alcance, mas até agora nada. Só ficou a chave. Segunda (hoje, 13) é um novo dia. Peço se os leitores podem me ajudar, preciso muito da minha moto, ela é suor do meu trabalho. E tenho coragem começar de novo, mas é injusto, por favor, me ajudem”, pediu ele. Ligue para o 181 ou 190 caso possa ajudar com informações.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias