Domingo, 18 de Abril de 2021
27 99808-4347
Polícia Mandado

GA 3ª Cia: Detido durante cumprimento de mandado fala detalhes sobre comércio de drogas em Sooretama

Ele contou até quanto custa cada unidade de três tipos de droga.

02/12/2020 10h24 Atualizada há 4 meses
Por: Redação
GA 3ª Cia: Detido durante cumprimento de mandado fala detalhes sobre comércio de drogas em Sooretama

Atenção para esta lista: uma porção de aproximadamente 70 gramas de maconha; 119 papelotes de cocaína; 75 pedras de crack; uma quantia de R$266,00 em notas fracionadas; cinco munições intactas de calibre 22 (arma municiada); 18 munições intactas de calibre 9 mm; um rifle/carabina marca Rossi, calibre 22, uma balança de precisão; quatro aparelhos de celular e materiais para embalo e preparo das drogas ilícitas para comercialização.

Tudo foi apreendido na manhã desta quarta-feira (2) pelo Grupo de abordagem da 3° Companhia, na Avenida Vista Alegre, Bairro Dalvo Loureiro, em Sooretama, onde foi cumprido mandado de busca apreensão expedido pela 1º Vara Criminal de Linhares, processo 0008660-93.2020.8.08.0030.

Continua depois da publicidade

A guarnição a bordo da viatura 4545 anunciou a presença da Policia Militar e informou ao ocupante do imóvel a determinação expedida pelo Poder Judiciário. Mas, de acordo com relatório, o ocupante identificado como Carlos Eduardo Marques Ferreira, de 22 anos, negou a abrir a porta de acesso ao imóvel.

Como o mandado tinha que ser cumprido, e respaldados por ele, os policiais arrombaram o acesso com auxílio de uma marreta, e em seguida localizaram e apreenderam os materiais.

Continua depois da publicidade

O detido, ainda segundo o relatório, assumiu a propriedade de tudo, e ainda confessou na presença dos os militares que nos últimos sete meses tem comercializado crack, cocaína, e maconha para usuários conhecidos e desconhecidos.

O rifle, conforme explicou, era utilizado para proteção contra os "inimigos". E ao falar sobre o seu negócio ilícito, Carlos Eduardo informou que comercializa a cocaína a R$60,00 o papelote; crack a R$10,00 a pedra/unidade e maconha à R$10,00 à bucha.

Ele também informou ser o responsável por abastecer (vender a droga pesada) aos vapores (vendedores a varejo) da localidade conhecida Baixada em Sooretama.

Continua depois da publicidade

Todo o comércio de drogas, em sua maioria, era feito através do celular. E assim, o Grupo de Abordagem da 3ª Companhia cumpriu o mandado de busca e apreensão domiciliar, e entregou o indivíduo e os materiais à Polícia Civil.

15 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias