Terça, 24 de Novembro de 2020
27 99808-4347
Polícia Perdoou, mas...

Esfaqueada por companheiro volta para o agressor e ainda pede para retirar queixa

... Mas ele acabou preso por ordem da justiça.

14/07/2020 16h09 Atualizada há 4 meses
Por: Redação
Esfaqueada por companheiro volta para o agressor e ainda pede para retirar queixa

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão em Sooretama, em desfavor de um jovem de 24 anos, indivíduo que no dia 04 de maio do ano e curso esfaqueou a companheira. A violência foi tão grave que a metade da faca quebrou e ficou cravada no corpo da vítima, mais precisamente nas costas.

O mandado foi cumprido por policiais civis da Deic de Linhares e de Sooretama, no Centro da cidade de Sooretama. “Segundo o que foi apurado o crime foi motivado por ciúmes. Após o crime a Polícia Civil tentou localizar o criminoso, porém não conseguimos, então representamos pela prisão temporária que foi  devidamente concedida pelo Poder Judiciário”, contou o delegado Fabrício Lucindo Lima.

Para nossa surpresa dos policiais, no ato da prisão a equipe constatou que a vítima e o investigado estão novamente morando juntos, ou seja, se reconciliaram e mudaram o endereço, pois a prisão do rapaz não foi no mesmo local onde ele esfaqueou a companheira.

De acordo com o delegado, após a prisão do agressor, a vítima procurou a delegacia para retirar a queixa, “mas, infelizmente, como se trata de uma ação penal pública, que não depende da vontade da vítima, o criminoso continuará preso”, justifica o delegado.

O jovem foi interrogado e confessou o crime, afirmando que agiu assim por conta de ciúmes da mulher. Após o Interrogatório foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares (PRL). Nós não vamos identificar o preso para não expormos a vítima.

16 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias