Mais homicídio

Deuzimar, o Dedé, não resiste consequências de tiros e morre no Hospital Rio Doce

Um parente da vitima disse que Dedé tinha passagem pela polícia.

05/11/2019 06h37Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
30.002

O homem que atendia pelo apelido de Dedé, e que foi baleado na noite de ontem (4), dentro de um bar no bairro Nova Esperança, não resistiu e veio a óbito no Hospital Rio Doce.

No Hospital Rio Doce, a pessoa que atendeu disse que não tinha autorização para passar nada sobre a vítima, mas um primo entrou em contato no início da madrugada e disse que a vítima não resistiu.  O familiar informou à nossa Redação que trata-se de Deuzimar Ribeiro, que tinha 20 anos e morava nas chamadas Casinhas do Planalto.

As pessoas que aparecem nas fotos da cena do crime, são parentes da vítima. “A noite foi bastante corrida, tive que cuidar da minha mãe e da minha irmã que passaram mal. Ele deveria ter ouvido conselhos, e estaria aqui entre nós”, disse a nossa fonte. O rapaz, segundo o familiar, tinha passagem pela polícia.

O corpo de Deuzimar, que em vida, de acordo com a nossa fonte, fazia parte de uma família de seis irmãos, seria recolhido no Hospital Rio Doce às 8h dessa terça-feira (5), para remoção ao Serviço Médico Legal e procedimentos a fim d ser liberado para a família.

A situação relativa à violência urbana em Linhares se agrava. O número de homicídios consumados e tentados chama a atenção de populares, que pedem medidas urgentes. Na manhã do mesmo dia em que Dedé foi baleado, por exemplo, um jovem foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo e levado em estado grave para o hospital. Este, conforme nos foi informado, continua internado.

20comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
VEJA TAMBÉM
Ele1 - Criar site de notícias