Polícia

Força Tática: Até pistola turca apreendida em Linhares. Chavinho consegue escapar

Postada em: 17531

Uma pistola turca marca Tisas calibre 9mm, dois carregadores; 37 munições calibre 9mm; vários pinos usados para venda de cocaína.

E tem mais: Um rifle calibre 22  e 39 munições do mesmo calibre. Tudo foi apreendido pela Polícia Militar de Linhares nesta segunda-feira (15).

A informação é que o cenário foi o bairro Planalto, e que os trabalhos são de policiais da Força Tática.

Nós não recebemos mais detalhes sobre a ação, como, por exemplo, se alguém foi detido e detalhes sobre endereços das duas ocorrências, apenas que foi no bairro Planalto.

O que diz o BU 

Baseada no Boletim Unificado 39144803 gerado às 14h27 na Rua Maria das Graças, 336, bairro Planalto, a Polícia Militar informou que o acusado no documento é um indivíduo de 32 anos, conhecido na região como Chavinho.

A PM, que não citou o nome do indivíduo, diz nas informações passadas nessa manhã de terça-feira (16) que Chavinho possui um mandado de prisão em seu desfavor, e que a guarnição agiu após  denúncia, dando conta de que ele estaria morando em uma das residências localizada no referido endereço e que seria um dos líderes do tráfico de drogas no distrito de Jacupemba, município de Aracruz.

Chavinho escapa às pressas

Foi informado para a Força Tática, diz a PM, que o homem estaria de posse de uma arma e traficando na região. Mas ao chegar ao bairro Planalto, no endereço acima mencionado, a FT recebeu informação de que Chavinho havia saído às pressas do local.

Foi efetuado o cerco e e buscas em diversos quintais, mas o suspeito não foi localizado; Contudo, na casa onde ele reside, a Força Tática realizou buscas minuciosas e obteve o êxito em encontrar uma sacola com diversos pinos para fracionamento de cocaína, a qual estava escondida dentro de uma cômoda.

Também foi encontrada a pistola turca, com numeração raspada, carregada com 19 munições (18 no carregador e uma na câmara) intacta; e ao seu lado havia mais um carregador com 18 munições intactas.

O dono da casa disse que Chavinho estava morando em sua residência há aproximadamente 90 dias, e que não tinha ciência dos antecedentes de seu inquilino.

A outra informação é que o rifle foi apreendido no bairro Nova Esperança, em outra ação da FT, mas também, ninguém foi detido.