O que você viu?

Estudantes uniformizados compram e fumam maconha em frente à escola, em Linhares

Postada em: 53516

Quarta-feira (20), Avenida São Mateus, bairro Shell, bem pertinho do portão de uma conhecida escola de Linhares, a Emir de Macedo Gomes, que é chamada de "Colégio Estadual". O horário exato foi 12h55.

Conforme detalhou um leitor do Site Eu Vi em Linhares, que todos os dias busca uma aluna no estabelecimento de ensino, a cena é diária, e impressiona. "Observo de dentro do carro: Eles ligam (para algum celular), e os traficantes vêm entregar de moto. Depois começam a usar a droga. Ficam olhando para a esquina, e quando a polícia vem, eles jogam o baseado para dentro de um quintal. Aí, quando a polícia sai, eles acendem outro baseado. Isso acontece em uma distância de 30 a 50 metros, no máximo, do portão da escola. É sob uma árvore grande, de espinho. Podem até parar depois que lerem isso, mas, certamente, retornarão. Aí, quem quiser flagrar, flagra. Basta observar", detalha o leitor.

Segundo ele, a venda e consumo de maconha acontece somente no turno vespertino. "De manhã é tranquilo, pois tem ronda da Guarda de Trânsito e Municipal", justificou.

Pedimos ao leitor que caracterizasse quem vende a droga. "Eles são de fisionomias diversas, e sempre vêm de moto, moto preta, moto vermelha. Todos jovens. Alguns são acima de qualquer suspeita, e dificilmente ficarão presos se forem pegos pela polícia, pois andam com pequena quantidade. Mas, através deles, se quiserem investigar, se chegam aos tijolos", explicou.

O espaço está aberto à escola, caso esta queira se pronunciar: 27 99808-4347.

Nós não podemos expor as faces dos usuários, e o vídeo será encaminhado à autoridade competente.