O que você viu?

Ganhe 1 foto: 'Homem-Aranha' vende muitos picolés em minutos e vira tema da vida real

Postada em: 8358

No carrinho de picolé, um aviso: Se você comprar um, tem direito a uma foto. A criatividade e simplicidade de um vendedor ambulante fará você "viajar" na experiência vivida por Fabrício Lucindo Lima. É verídico. Confira abaixo:

Existem coisas na vida que precisam ser registradas, os momentos únicos; as pequenas coisas que transformam um dia cansativo em alegre, um dia triste em feliz.

Em um passado não muito distante, eu acreditava que para se ter  felicidade e alegria era necessário uma coisa grandiosa, algo transformador.

Com o tempo percebemos que as pequenas coisas, os detalhes, as pessoas, são muito mais importantes; E enquanto pessoas ainda procuram coisas grandiosas, eu e meus amigos paramos para fotografar uma quaresmeira florida na floresta. Pois é. Enquanto alguns procuram riqueza e fortuna, nós procuramos ipês coloridos na beira da estrada, encontrar antigos amigos para contar piadas e histórias engraçadas do passado. Isso não tem preço.

Pois bem, eu estava em uma praia quase deserta, no pós-carnaval, com mar azul infinito tocando o céu no horizonte, areias brancas e uma água do mar tão transparente que dava para observar os peixes nadando no fundo.

É verdade, acabou o carnaval, todos voltando a vida normal. Eis que surge o meu grande herói, sozinho na praia, fazendo bico de vendedor de picolé. Para apurar algum dinheiro, lógico, com uma alegria contagiante e uma disposição infinita para agradar a criançada. E fazendo poses para  as fotos, nosso homem-aranha em minutos, vendeu todo o estoque do carrinho e fez a alegria de todos que estavam na praia.

Isso se chama felicidade conquistada nas pequenas coisas. E a cena aconteceu em Iriri, Praia da Areia Preta, município de Anchieta. Eu comprei 4 picolés.

*Fabrício Lucindo Lima é delegado de Polícia Civil