Polícia

Violência no Colina: Equipe da PC atua em procedimento na casa de Claudio Henrique

Postada em: 22033

A movimentação de profissionais da Polícia Civil em frente à casa e no quintal/garagem do imóvel onde morava o servidor público federal, Claudio Henrique Batista, 42 anos, foi intensa e chamou a atenção na tarde desta quarta-feira (6), no bairro Colina.

Claudio, que era muito querido na cidade, e foi morto a tiros dentro do carro, um Mitsubishi ASX, quando chegava em casa, e guardava o veículo na garagem. A informação é que o crime teria sido praticado por dois indivíduos que invadiram o imóvel. Contudo, informações que chegaram à nossa Redação dão conta que seria apenas um atirador.

A esposa da vítima, que aguardava o marido para ambos caminharem, entrou em desespero ao perceber o que havia acontecido, e a notícia se espalhou tão logo foi divulgada no Site Eu Vi em Linhares.

Leia também - Funcionário público é morto a tiros em bairro nobre de Linhares

E ainda - Corpo de Claudio Henrique é velado no BNH

A emoção e pedidos de justiça marcaram o velório e sepultamento da vítima no Cemitério São José, após procedimentos da equipe da Funerária Recanto da Paz.

Perícia

Na movimentação da Polícia Civil, a equipe do delegado André Costa, titular da da DHPP, a equipe da perícia criminal de Linhares e também o delegado André Jaretta, chefe da 16ª Regional de Linhares (DRL), atuaram nos trabalhos, tecnicamente chamados de Pericia Complementar.

Parte da Avenida Nogueira da Gama foi fechada para que tudo transcorresse sem nenhuma interrupção.

O delegado André Costa disse que nada pode ser informado por enquanto, para não atrapalhar as investigações. Denúncias podem ser feitas através do 181, sem a necessidade de o denunciante se identificar.