Meio Ambiente

Lama no Rio Doce: Povoação anuncia protesto para segunda-feira

Postada em: 9201

A comunidade de Povoação, litoral de Linhares e que é margeada pelo Rio Doce, anuncia uma reunião procedida de um protesto para lutar pelos benefícios de direito de todos os moradores impactados pela lama de rejeitos de minério da Samarco que contaminou o Rio Doce após rompimento de barreira em Mariana, Minas Gerais.

Uma reunião foi agendada para esta sexta-feira (11), quando os moradores e demais Lideranças de Associações participarão de Assembléia Geral Extraordinária às 19h.

A comunidade espera a participação de todos da vila, e para comportar o público, o encontro será na Quadra Poliesportiva. Em pauta, assuntos relacionados à uma grande manifestação que acontecerá em Baixo Guandu, com participação de diversas Associações de Pesca e líderes comunitários.

Uma moradora que participa das ações disse que todos estão "indignados" com os últimos acontecimentos relativos "à decisões que prejudicam os afetados pela lama". E ela desabafou: "O rio, a nossa praia, a contaminação continua. A lama se faz presente, as nossas vidas continuam prejudicadas. Não se pode pescar no rio, não se pode pescar na praia. Parece que esqueceram que estamos falando do maior desastre ambiental do Brasil, e que selou o triste destino do rio Doce e nosso destino em 05 de novembro de 2015".

O espaço está aberto à Samarco caso esta queira se manifestar sobre o assunto.