Segunda, 08 de Março de 2021
27 99808-4347
Polícia Descobre

Detido após assalto nega participação, mas PM descobre uso de nome falso

Ele foi reconhecido pela vítima, e mesmo assim negou autoria no roubo.

21/09/2018 09h00
Por: Redação
Detido após assalto nega participação, mas PM descobre uso de nome falso

A Polícia Militar descobriu que ele se chama Juranilson Oliveira dos Santos, de 27 anos, mas ao ser abordado e afirmar que é trabalhador, ele deu outro nome (não será divulgado para não expor a pessoa), porém, foi reconhecido por uma vítima de assalto à mão armada e acabou indo parar na delegacia.

Na delegacia, a Polícia Militar checou e descobriu a existência de um mandado de prisão em aberto pela Comarca do município de Pinheiros, e esse mandado foi expedido em 17 de setembro  do corrente ano. 2018.

Assim termina o desfecho do Boletim Unificado 37283555 gerado às 16h53, no bairro Juparanã, e que traz como vítima um senhor de 52 anos, dono de um estabelecimento comercial assaltado por um homem que de posse de uma arma de fogo.

A vítima teve o celular e dinheiro roubados, e durante a ação do assaltante foi ordenada a deitar-se no chão e teve um revólver apontando em direção a sua cabeça, ao mesmo tempo em que sofria graves ameaças. A quantia levada foi de aproximadamente R$ 600,00.

O autor do roubo estava com uma bicicleta de cor vermelha, e trajava camisa de cor rosa. Segundo o BU, ele foi seguido por uma testemunha que viu quando o indivíduo seguiu em direção à invasão do bairro Juparanã vindo a entrar em um beco, na chamada Invasão.

A guarnição viu o suspeito com as mesmas características citadas acima, e fez a abordagem. Na revista pessoal foi encontrado um valor de R$ 142,00 em espécie, e negando qualquer acusação, o indivíduo afirmou ser trabalhador, que não morava ali e sim no bairro Shell.

O homem, segundo o BU, abordado afirmou, ainda, que o dinheiro que estava com ele era proveniente do seu trabalho, mas devido a semelhança do abordado com as características passadas, ele foi conduzido e acabou reconhecido pela vítima como o autor do roubo, bem como pela testemunha que o viu no momento em que havia fugido com a bicicleta.

Ainda segundo o BU, no momento em que foi reconhecido, o indivíduo teria esboçado uma reação de fuga, sendo contido pela guarnição e algemado. A PM relata que o detido a todo o momento ameaçou a guarnição tentando intimidar a vitima e testemunhas, dizendo que iria “processar”, e que forjaria agressão para prejudicar o trabalho da PM.

O BU também informa que os policiais teriam sido ameaçados e que indagado sobre o restante do material roubado e a arma do crime, o homem se negou a dizer falando que não roubou ninguém. Diante dos fatos e da confirmação da vitima sobre a autoria do roubo, o homem foi entregue à Polícia Civil, 16º delegacia, onde ao verificar os protocolos de registro de nomes, foi constatado que o detido passou o nome de outra pessoa tentando dificultar o trabalho dos militares.

O nome verdadeiro, Juranilson Oliveira dos Santos, de 27 anos,  foi verificado e constatada a existência no mandado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias