Polícia

Homem é preso acusado de estuprar as cinco filhas em Linhares

Postada em: 59875

Um pescador, que também atua como caçador na região de Barra Seca, interior de Linhares, foi preso na tarde desta quinta-feira (13), sob acusação de estupro. As vítimas são as próprias filhas dele. A prisão aconteceu quando o homem chegou do mar.

Nós buscamos por informações junto à delegacia do setor, e estamos aguardando retorno. Contudo, nas nossas apurações, descobrimos através de fontes que conhecem o homem, que ele é viúvo e que a filha mais nova tem entre 4 e 5 anos de idade.

"Por determinação do juizado de menores, três crianças tiveram a guarda passada para a irmã mais velha, que hoje é maior de idade. A quinta vítima mora em Linhares, e é casada. Todas sofreram nas mãos dele (o pai), que só agora foi preso", disse uma pessoa conhecida da família.

Com riqueza de detalhes, a filha mais nova, conforme explicou a nossa fonte, relata tudo que o pai fazia com ela. Segundo a menina, o homem a beijava, passava mão nas partes íntimas, e ela tinha que fazer tudo que ele pedia, também nas partes íntimas dele. "A garotinha não sofreu penetração, mas as mais velhas sim. Ele só foi denunciado depois que a mulher dele  morreu por ter contraído uma doença.. Essa garotinha contou para a irmã mais velha, e a irmã mais velha, que também sofreu nas mãos dele, o denunciou", contou a nossa fonte.

Duas das vítimas, segundo a nossa fonte, sempre ficaram isoladas na escola, não gostavam de brincar e aparentavam tristeza extrema no olhar. "Eu as via perto de casa. Sentia vontade de perguntar, saber se elas tinham alguma coisa pra falar. Eu pensava que a tristeza era pela morte da mãe, mas aí eu soube que antes da morte da mulher elas já eram assim na escola. Ainda bem que ele foi preso e esse tormento acabou", concluiu a fonte.

O caso segue os trâmites de praxe, e a prisão, que nesses casos se dá por mandado judicial, se resume na transferência do investigado para uma Unidade Prisional.

Atualizada às 12h44 de 14/09/2018 - Na Delegacia de Atendimento à Mulher de Linhares, nós confirmamos que foi cumprido mandado de prisão, preventiva, em desfavor do homem, que tem 47 anos. O Inquérito Policial que originou a representação judicial pela prisão preventiva do investigado foi instaurado para apurar práticas de crimes de estupros de vulnerável, supostamente, diz a delegacia, praticados contra, pelo menos, quatro vítimas diferentes. "A investigação será concluída no prazo de 10 dias. Não serão divulgados maiores detalhes do caso para preservar a identidade das vítimas. O investigado, P.C.S., foi encaminhado ao Presídio de Xuri", diz a nota.