Aniversariantes

Garotinho realiza sonho de comemorar aniversário do 12º Batalhão da PM

Postada em: 6808

Se existe uma pessoa ansiosa em uma manhã de 12 de setembro, essa pessoa se chama Joabe de Souza Barros, que nesta data e neste ano de 2018 completa cinco anos de idade. É que, de acordo com a mãe dele, a doméstica Joice Carla de Souza, o garotinho acordou e precisou esperar a aula terminar, ir para casa almoçar e em seguida rumar até o 12º Batalhão da Polícia Militar para cantar parabéns e apagar a velinha em meio aos guerreiros fardados.

Na tarde do dia anterior, Joice e o filho conseguiram autorização para que o garotinho realizasse o sonho: Comemorar os cinco anos com os policiais. "Desde que aprendeu a falar, ele afirma que quer ser policial militar, e sabe onde os bandidos ficam na viatura, para que serve a algema, e que para entrar na PM tem que estudar e passar em um concurso, que ele chama de prova", explica a mãe.

A mãe faz questão de falar como o filho ama tanto a PM: "Algumas crianças têm medo de policiais, e isso é culpa dos pais, que falam em chamar a polícia quando elas desobedecem. Lá em Sooretama, vi quando a PM foi entregar bala para as crianças e elas correram de medo. Aqui em casa ensinamos a importância da PM, o zelo que os policiais têm para conosco, por nossa segurança", expôs a mãe do garotinho.

Joabe também tem motivos para justificar o "quero ser PM quando crescer". Conforme contou a mãe, aos três anos de idade o menino sofreu um acidente indo para a creche, e..."Ele estava junto com o pai, quando dois carros se chocaram e a bicicleta que ele estava, na cadeirinha, foi atingida. Joabe caiu e bateu a cabeça e foi muito angustiante. Aí uma viatura da Polícia Militar o socorreu e levou para o hospital. Isso só fez aumentar a nossa admiração para com a PM", contou

Bolo de brasão e camiseta caracterizada

Com o sonho de ser policial militar quando crescer, aos cinco anos de idade, Joabe, conforme define a mãe, conseguiu dar um passo para a realização. Após a autorização para fazer a festinha dos cinco anos do filho nas dependências do 12º Batalhão, localizado no bairro José Rodrigues Maciel, a mãe centralizou as atenções no bolo: "Ele não liga muito pra doce, mas quando falei que o bolo seria o brasão da PM, vibrou. Para completar, consegui mandar fazer uma camiseta da PM. Olha, confesso que ver meu filho feliz assim, não há preço que pague", detalhou Joice.

Como o espaço do 12º Batalhão não é aberto ao público, a comemoração, bem simples, foi organizada em um espaço nos fundos do prédio. O menino mora no bairro Interlagos, e a festa contou com a presença da mãe, do pai e duas tias, o restante foram policiais militares.

No mesmo dia que conseguiu autorização, a mãe e o filho que ama a PM estiveram na Unidade que fica no bairro Interlagos, de onde surgiu o elo para o evento desta quarta (12). O garotinho não sabia onde colocar felicidade quando o Sargento Alailson Amaral permitiu que ele entrasse na viatura. Veja abaixo: