Meio Ambiente

Como descartar baterias, lâmpadas, teclados, mouse e outros? Confira a resposta

Postada em: 1963

Você usa o aparelho que chegou com a tecnologia para facilitar a vida da gente, mas aí ele perde a vida útil ou você quer mesmo se desfazer, mas não tem para quem doar porque já está muito ultrapassado e ninguém quer (como aqueles monotores antigos, por exemplo). O que fazer, então, com baterias de celulares, gabinetes de computador, teclados, mouses, impressoras, lâmpadas, dentre outros equipamentos?

Segundo a Diretora do Departamento de Fiscalização Ambiental da Prefeitura de Linhares, Jamara Silva, disse: "lâmpadas fluorescentes, agrotóxicos e suas embalagens, pneus, óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens, baterias de celular e pilhas em geral são produtos altamente prejudiciais ao meio ambiente e, por isso, não devem ser descartados junto com o lixo doméstico e nem com o reciclável, por lei, devem ser descartados utilizando o conceito de logística reversa. Esses materiais são fontes de contaminação e podem infectar desde nascentes de rios, lençóis freáticos e até penetrar na cadeia alimentar, provocando danos irreparáveis".

A Prefeitura de Linhares, por meio da Secretaria de Meio Ambiente alerta aos moradores sobre a importância de descartar de forma adequada e segura o resíduo proveniente de materiais tecnológicos inutilizados. Jamara disse ainda, que o descarte correto dos resíduos, evita problemas ambientais e até de saúde. "A natureza é uma das principais vítimas do descarte inadequado de resíduos, mas o descarte incorreto de resíduos em terrenos baldios, por exemplo, além de comprometer o ciclo normal da natureza, contribui com a proliferação do mosquito da dengue", ressaltou.

As denúncias sobre descarte irregular de materiais podem ser feitas na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, situada na Rua Monsenhor Pedrinha - Centro, pelo telefone 3372-2067 durante horário administrativo ou ainda pelo site www.linhares.sislam.com.br.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de: agrotóxicos; pilhas e baterias; pneus;  óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

Logística Reversa

A logística reversa é um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada. (Fonte: PML).