Colunistas

Advogado: A honrosa profissão que faz gerações nas famílias brasileiras

Postada em: 1779

Hoje vamos falar de uma das mais importantes, antigas e honrosas profissões: Advogado. No Brasil, escolhemos o dia 11 de agosto, ontem, para homenagear todos esses profissionais que lutam na defesa de direitos. As vezes mal compreendidos e estereotipados, porém, quando estamos em apuros, corremos para o escritório de nosso amigo advogado, que as vezes nem cobra para ficar ouvindo nossas lamúrias e pelos aconselhamentos.

Segundo consta, a data comemorativa foi escolhida por conta da criação dos dois primeiros cursos de Direito no Brasil, um em Olinda e outro em São Paulo, pelo então Imperador Dom Pedro I, em 11 de agosto de 1827. Estudar direito e ser um advogado, historicamente, sempre foi um enorme honraria e naquela época, nos tempos do Império Brasileiro, ter uma advogado na família era um enorme prestígio.

Com apenas dois cursos de direito no Brasil era comum os donos de bares e restaurantes, convidarem os estudantes de direito para comerem e beberem na data comemorativa e depois não cobravam a conta, tamanha era a relevância da profissão, uma espécie de homenagem. No final, os estudantes discursavam como forma de agradecimento ao convite, prometendo voltar ao estabelecimento para pagar a conta depois de formados. Existem relatos de que o próprio Imperador Dom Pedro II chegou a acompanhar os estudantes em uma dessas "penduras".

A tradição perdurou por mais de 100 anos, sempre no dia 11 de agosto, estudante saiam pelos bares e restaurantes e ao final, quando a conta lhes era apresentada, com sorriso no rosto, informavam o "dia da pendura". Me lembro bem que, até o início da década de 90, ainda haviam registros de casos assim, porém, atualmente, o Brasil conta com mais de 1.000 cursos de Direito espalhados pelo país e o volume de estudantes inviabilizou a tradição, chegando ao ponto de, no final da década de 90 os bares e restaurantes costumavam não abrir no dia 11 de agosto, para evitar o prejuízo certo.

Tudo mudou hoje em dia, mas comemoramos o dia do advogado reconhecendo o valor dessa honrosa profissão. Militei durante anos como advogado após minha formatura, até ser aprovado no concurso de Delegado da Polícia Civil, meu pai foi advogado por mais de 40 anos, meu filho atualmente está cursando Direito na UFES e em breve tempo, será mais um advogado a honrar a família, agora com três gerações de advogados. Parabéns para todos os advogados e advogadas.

Por Fabrício Lucindo Lima