Geral

Aluna terá que pagar R$ 2 mil à professora após agressão via WhatsApp

Postada em: 9204

Uma estudante irá pensar duas vezes antes de escrever o que pensa nas redes sociais. De acordo com informações do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, após agressão através de um grupo de WhatsAp, voltada para uma professora, ela terá que pagar R$ 2 mil à ofendida e ainda vai ter que prestar serviços à comunidade. Confira a íntegra da informação que o MP-ES divulgou nesta quarta-feira (11):

"O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, ofereceu remissão a uma aluna de uma escola estadual, que agrediu verbalmente uma professora em um grupo de WhatsApp. A adolescente, junto dos representantes legais, anuiu a proposta do MPES como forma de exclusão do processo.

O MPES propôs à estudante a prestação de serviços à comunidade, como o auxílio às serventes da merenda escolar, por 3 meses, um pedido de desculpas por meio da rede social Instagram e pelo grupo de WhatsApp e o pagamento de R$ 2 mil, a título de reparação de danos à professora.

A remissão será concretizada somente após a comprovação de todas as medidas socioeducativas cumpridas pela adolescente".

Clique aqui e veja a remissão: