Sábado, 08 de Agosto de 2020
27 99808-4347
Polícia Pizzaria

Pizzaria: Casal leva prejuízo de mais de R$ 30 mil no Lagoa do Meio

Estabelecimento funcionou menos de 20 dias. Funcionários foram dispensados e um Boletim Unificado foi registrado na noite desta terça-feira (16) contra os ex-donos na 16ª DRL

17/01/2018 17h25
Por: Redação
Pizzaria: Casal leva prejuízo de mais de R$ 30 mil no Lagoa do Meio

Uma pizzaria que inaugurou no dia 20 de dezembro no bairro Lagoa do Meio teve o expediente encerrado após menos de 20 dias de funcionamento. Os oito funcionários foram dispensados e os donos agora correm atrás para tentar receber a maior parte do que foi investido no local, um valor de R$ 60 mil. A própria vítima procurou a nossa Redação para expor o que tem no Boletim Unificado 35088797, registrado na noite desta terça-feira (16) na 16ª Delegacia Regional de Linhares (DRL), e detalhar o fato. Este, segundo a informação, foi o segundo BU sobre o que é tratado no documento como "Estelionato/Fraude".

No BU citado acima a informação passada à Polícia Civil dá conta de que foi feito um acordo entre as partes. Neste acordo os equipamentos da antiga "Roda Pizzaria" foi passados aos novos donos e o BU destaca fornos, freezeres, fritadeiras, refrigeradores, computador, impressoras e outros produtos. Os antigos donos, uma jovem de 18 anos e o  marido dela, um senhor de aproximadamente 50 anos, estariam deixando a cidade, e por este motivo estariam desistindo do negócio.

A placa do estabelecimento foi trocada e os novos, que possuem um restaurante no Centro da cidade, premeditaram trabalhar de dia no Centro e à noite no novo negócio. Para tal, foram investidos R$ 60 mil, sendo uma parte em sete cheques predatados no valor de R$ 5 mil. A nova dona disse que somente a placa, limpeza e para dedetizar o local foi investido um valor de R$ 5 mil. "Haviam muitos ratos e baratas", disse a vítima ao Site Eu Vi em Linhares.

Com o ambiente limpo, os funcionários foram contratados e a nova denominação comercial começou funcionar, mas não demorou para  surgir a desagradável surpresa. De acordo com relato do BU acima, a proprietária do imóvel onde funciona a pizzaria disse à vítima que tudo o que foi incluso de equipamento no acordo lhe pertence, e não ao antigo locatário. Ainda segundo relato da dona do imóvel, o casal não pagou dois meses de aluguel e deixou uma dívida de R$ 22 mil com a empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica.

A vítima disse à Polícia Civil que já havia pago um valor em espécie ao antigo locatário e que ainda possui alguns cheques pendentes entregues ao casal, somando R$ 35 mil. Os cheques foram sustados e agora a vítima espera resultado das investigações. Ao Site Eu Vi em Linhares a vítima disse que não consegue mais contato com os ex-donos, pois o número de telefone que antes era atendido para as negociações, agora não atende mais.

O Site Eu Vi em Linhares está com espaço aberto, caso a outra parte queira se manifestar, pois também não conseguimos contato com os ex-donos do estabelecimento. Nós conseguimos um telefone do contador da antiga pizzaria, mas também não foi possível o contato.

Atualizada às 18h43 - Nós recebemos uma nota da outra parte. A comerciante disse que tem 22 anos e o marido 45, e na nota os antigos donos citam: "Satisfação aos nossos clientes do antigo Roda Pizza. Já  tomamos as  devidas providências, como um BU civil. Atualmente havíamos passado o Roda Pizza para a dona do Rodízio do Sul, que a mesma colocou sua marca por 15 dias. Depois fez alterações na  pizzaria e se apossou de todo o material que pertencia a dona do antigo roda pizza, mesmo tendo o contrato apenas de boca. Estivemos no local para desfazermos o contrato e pegar a chave, mas ela se negou a devolver. Mesmo sabendo que é crime sustar cheque sem ser roubado ou perdido, ela assim o fez. Mas, enfim, isso agora é com a justiça. Deixando claro que em breve reabriremos o roda pizza firme e fortes".

7 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias