Meio Ambiente

Crime ambiental em Regência: área desmatada vira loteamento

Postando em: 2823

A Polícia Militar cumpriu, na tarde desta quarta-feira (16), em Regência, uma Ordem de Serviço no atendimento a um formulário, cujo teor consta o nome de um homem de 56 anos, de prenome José.
Foi por volta das 15h30, na localidade de Perobas, onde, segundo Boletim Unificado 27940932, José está desmatando uma área no local sem autorização do órgão ambiental competente. No ato da fiscalização foi encontrado o corte de cerca de 35 m³ de madeira nativa em toros, atingindo uma área de 2,8 ha de vegetação secundária em estágio avançado de regeneração danificada mediante queima e corte seletivo com uso de motosserra.
Ainda de acordo com o BU, a área do desmate está demarcada de acordo com coordenadas geográficas, configurando infração penal de acordo com o Art. 38-A da Lei 9.605/98.
Em Janeiro do ano em curso foi registrado Boletim Unificado no mesmo local, onde uma equipe da Polícia Ambiental em apoio a uma equipe do IDAF, paralisou a atividade de desmate na área e o investigado foi cientificado via telefone. Contudo, o mesmo loteou sua propriedade e demarcou com piquetes, e vêm vendendo os lotes de forma irregular sem autorização do órgão ambiental competente, inclusive no local, conforme relatado no BU registrado nesta quarta-feira, já têm vários materiais de construção para inicio de obras. A PM relata que diante dos fatos não foi possível cientificar José, quanto à somente realizar qualquer intervenção na citada área ou utilizar o material lenhoso, quando devidamente autorizado pelo órgão ambiental competente. (foto ilustrativa)